Blog

Saiba como deixar seu site nas primeiras colocações do Google

    Para ter sucesso de posicionamento de site no Google, é importante ter estruturada uma pesquisa de palavras-chave, evitar termos muito genéricos que podem proporcionar visitas, mas não vendas. A questão é utilizar as palavras-chave quentes, ou seja, os termos que são pesquisados quando as pessoas querem comprar.

     

    Tente fazer com que seu site tenha um bom resultado na busca. Para isso, é fundamental ter um site organizado, bem programado, otimizado com qualidade no conteúdo, sempre em manutenção, com um bom número de links de redirecionamento e, além disso, ter um bom número de visitantes na página.

     

    No entanto, é preciso entender que não é tarefa simples aparecer na primeira página do Google. Agir com estratégia e seguindo alguns passos faz a diferença. Confira algumas dicas que ajudam a posicionar bem o seu site no buscador:

     

    1. Tópicos relevantes

    Se você conhece bem o seu negócio, pense em termos genéricos relacionados e faça uma lista de cerca de 10 termos que sejam importantes para seu negócio, para depois encontrar palavras-chave mais específicas. Usar o Analytics ajuda a saber quais os termos mais pesquisados no seu site ou blog. Outra forma de conseguir essa lista de termos, é colocar-se no lugar do seu público, para saber que tipo de busca seria feita.

     

    1. Palavras-chave relacionadas

    Depois de fazer a lista dos tópicos mais relevantes sobre o seu negócio, identifique as palavras-chave que estão relacionadas a eles, para conseguir um tráfego quente. Ao fazer isso, pode-se chegar ao topo do Google. Ao descobrir os termos relacionados ao seu site e colocá-los no Google, vai ter mais informações sobre a busca. Uma ferramenta que auxilia é o Planejador de Palavras do Google, para saber a quantidade de buscas de cada palavra.

     

    Outra dica importante é usar palavras de cauda longa, que são termos específicos de busca, geralmente com mais de quatro termos. São usadas palavras mais específicas que são mais rentáveis. Pode-se mesclar palavras de cauda longa com termos genéricos.

     

    1. Conhecer profundamente as Palavras-chave

    Pesquise os termos que você visualizou no Google, veja também no fim da página algumas sugestões que o próprio buscador oferece. Essas palavras ajudarão a ter uma ideia de quais termos ter em sua lista. Outra estratégia é escolher um dos termos e refazer a pesquisa, para encontrar termos mais específicos ainda.

     

    4.Ver palavras-chave dos concorrentes

    É possível descobrir quais palavras geram mais visitas para os concorrentes. Ao saber disso, você pode ter estratégia para melhorar o tráfego do seu site. Também é importante criar conteúdo mais completo e otimizado.

     

    1. Usar planejador de palavras-chave

    Utilize o planejador do Google, para saber o volume de buscas mensais das palavras que for listar. O planejador é uma ferramenta gratuita do Google AdWords e auxilia nas campanhas. Você pode pesquisar palavras-chave e ver o desempenho da lista e pode multiplicar diversas listas.

     

    1. Ter um site bem programado

    Os robôs dos sistemas de busca não avaliam o visual do seu site, mas sim se ele está bem programado, imagens no tamanho correto, sem links quebrados, enfim, se é um site bem planejado.

     

    1. Site com conteúdo de qualidade

    Tenha um site com conteúdo de qualidade com manutenção frequente, disponibilize informações sobre produtos e serviços, tenha um canal para tirar dúvidas dando suporte aos clientes. A manutenção é importante para que o cliente continue navegando em seu site e retorne mais vezes.

    O conteúdo é um dos pontos mais importantes para o Google, pois tem a ver com a experiência do usuário quando for procurar o assunto que deseja com rapidez. Como já foi abordado, as palavras-chave são fundamentais para ranquear seu conteúdo, por isso é necessário pesquisar os melhores termos.

     

    1. Site otimizado

    Ter um site otimizado é prepará-lo para ser encontrado nos buscadores, e isso tem a ver com SEO (Search Engine Optimization). Entre suas atribuições, estão: reestruturar links, definir palavras-chave, descrições de páginas e nomenclaturas, desenvolver sitemaps, reescrita de URLs, identificar imagens, organização e controle de densidades de palavras-chave. Com o conteúdo otimizado, inclusive as URLs, o site estará preparado para aparecer na primeira página do Google. Otimizar as URLs é deixá-las curtas e relacionadas ao conteúdo que irá tratar.

     

    1. Ter links de redirecionamento

    Se o número de links de redirecionamento para seu site for grande, isso é bom sinal. Se tiver conteúdo de qualidade, empresas poderão procurar seu site para vender anúncios e trocar banners. Outra forma de ser citado e ter sua marca conhecida é ser comentado em outros sites e blogs. Monitore tudo com a ferramenta Google Analytics.

    Sempre que puder, você deve fazer links dos seus artigos dentro de si no próprio site, para criar um gancho em cada conteúdo e deixar o usuário mais tempo no seu site. Quanto mais tempo o usuário ficar no site, mais relevância mostrará para o Google.

     

    1. Presença nas redes sociais

    Os sites passaram a ficar melhores posicionados no Google, se demonstram um grande engajamento nas redes sociais, como o Facebook e Twitter. Por isso, mais uma estratégia para ganhar um bom posicionamento no buscador é investir em conteúdo e engajamento nas redes sociais.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *